sábado, 24 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL E UM ÓTIMO 2012

Um ano de blog. Pra quem gosta, um Feliz Natal....



E mais uma vez, peço com educação aos senhores da foto abaixo, por favor, um ótimo 2012.




Até mais. Torcendo muito para que Felipe Massa volta a guiar como fazia, e para que Bruno Senna e Rubens Barrichello corram no ano que vem.




Rômulo Rodríguez Albarez - Sampa/SP - Trabalhando em pleno dia 23/12. ¬¬


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ele foi o número 1


"Se você me perguntar, eu também coloco o Senna como o número 1" Michael Schumacher



Rômulo Rodriguez Albarez - São Paulo/SP - Saudade da minha mãe

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

F1 2011 - Dança das cadeiras - Kimi Raikkonen

Acabou mais uma temporada de Fórmula 1. O jejum vai de novembro de 2011 até meados de março de 2012, ou seja, uma eternidade. Porém a F1 não pára, pelo menos fora das pistas, "dança das cadeiras", quem será que ficará sem cadeira, quem pagará mais pela sua. Ridículo uma vaga na categoria máxima do automobilismo ser decidida em quem tem mais dinheiro, e não em quem tem mais talento, habilidade, instinto, etc. Isso com certeza nos tira chances de vermos "novos" Senna, Prost, Clark, e nos dá certamente a chance de vermos "novos" péssimos pilotos, não vamos dar nomes aos bois.
A última corrida ocorreu no Brasil com vitória de Mark Webber, seguido pelo campeão da temporada Sebastian Vettel e o vice Jenson Button. E com o fim da temporada as notícias de bastidores ganharam força e o mundo, já na terça-feira (29/11), a Lotus (única) deu a notícia de seu novo e por enquanto único piloto confirmado para 2012, Kimi Raikkonen, isso mesmo, o homem de gelo está de volta, não terá tarefa fácil, a Lotus ainda não tem condições de brigar pelo título e retornar a F1 depois de dois anos fora não é fácil, mas confio na capacidade do finlandês campeão de 2007 de voltar forte.

Continua na luta e com esperança Rubens Barrichello de encontrar uma vaga para o ano que vem, eu particularmente torço muito por isso, Rubens é um ótimo piloto, experiente, motivado e que ainda tem lenha para queimar. Briga por uma vaga na Williams, na Lotus perdeu muito espaço na briga após a mesma se acertar com Raikkonen, e não me espantaria o Rubinho na Force Indian. Espero que sua vigésima temporada seja digna de um piloto como Rubens Barrichello.
Na mesma Lotus ainda estão na briga Bruno Senna, Vitaly Petrov e pelas tabelas vem Romain Grosjean. Vejo Bruno chegando forte na briga, os últimos rumores dão conta de que a equipe estaria contratando Gerhard Berger para um cargo na equipe, sabe-se que Berger é um grande incentivador da carreira de Bruno, estou muito esperançoso quanto ao sobrinho de Ayrton Senna conseguir a sua vaga, o brasileiro fez com excelência seu papel na equipe nas corridas em que participou. e os fãs de Bruno Senna já estão se organizando, fazendo campanhas pelas redes sociais pedindo a permanência do brasileiro na categoria em 2012, clique aqui e ajude na campanha curtindo a página.
 Excelente campeonato fez meu amigo “Cova”, Heikki Kovalainen ainda que não tenha pontuado pelo segundo ano seguido com o carro que tinha nas mãos, hoje o vejo muito mais maduro e preparado do que na época em que correu na Renault e na McLaren, está crescendo junto com a Caterhan (antiga Lotus verde). Vejo que as “vacas magras” da Finlândia estão engordando.
O sempre constante e ótimo piloto Fernando Alonso teve um ano ala Romário na copa de 1994, o espanhol carregou a equipe nas costas enquanto Felipe Massa não carregava nem a si próprio, temporada vergonhosa do brazuka. Que em meio à pressão que vive e viverá em 2012 por uma boa temporada, já diz ter outras opções caso deixe a Ferrari ao final da próxima temporada, é bom saber que Massa começa a perceber que existe mundo fora da Ferrari, e se está nessa situação, é demérito próprio, pois não vem sendo capaz de conter Alonso e nunca foi.
Voltando a um dos assuntos do momento, a volta de Kimi Raikkonen me agradou demais, a Fórmula 1 precisa de um piloto como Raikkonen, vejo o finlandês como um piloto a moda antiga, descompromissado, de saco cheio e sempre dá entrevistas ala Nelson Piquet, além de claro, ser um ótimo piloto. Jamais me esquecerei de Raikkonen com uma coca e um sorvete na mão enquanto todos os outros pilotos aguardavam a chuva parar para reiniciar o GP da Malásia de 2009. Estou muito ansioso para vê-lo de volta ao circo.
A tristeza pós-temporada está aí, vamos aproveitar a amargura de domingos sem F1, enquanto isso, abaixo, algumas frases “gregas” de Kimi Raikkonen:
- O sucesso de Montoya na Nascar: Não me importo
- Você acha que esse novo bico da Ferrari faz muita diferença?  Se não fizesse diferença, não o teríamos colocado
- Como você acha que estes pneus vão se sair no seu estilo de pilotagem? Eu não sei e isso não importa. Eles são o que eles são
- O que você acha da posição no grid de largada do Rubinho? Eu fiquei na frente dele.
- Que conselho você dá para os novatos Nico Rosberg e Scott Speed? Eu espero que eles tenham um rendimento bom e saibam sair da frente.
- Como o campeonato mundial vai mudar a sua vida? Já falaram várias merdas sobre mim, agora vai vir mais ainda
- Qual é o papel de Schumacher na Ferrari? Ele não vem para nos falar nada. E eu não preciso de seus conselhos
- Situação de Montoya: Se ele acredita nisso, ele pode acreditar. Eu não me importo com o que acontece por trás de mim.
- Você viu Pelé dando o troféu ao Schumacher? Não, eu estava cagando.
- O que você acha que vai acontecer na corrida de amanhã? O que você acha que vai acontecer?
 - Kimi você pode dizer alguma coisa em italiano?  Não. Você pode dizer se quiser.
 - O que você fez em seu feriado na Finlândia?  Eu acho que você pode ler sobre isso na sua revista de ontem
 - Kimi, o que faz a Tag Heuer tão única?  Ela é ok.
- Que tipo de lugar é o quinto lugar no grid de largada? É o quinto grid
- O que você acha da atmosfera da McLaren agora? Eu acho que é "fucking" bom 
- GP da Áustria 2002:  Eu não assisti isso. Eu não me importo com o que a Ferrari faz
- GP da França 2002:  Maldita corrida
- GP da Hungria 2007:  Chata
- Acidente de tênis de Montoya:  Nós não ligamos um para o outro e eu não me importo com o que ele faz
- Condições do tempo:  Eu não me importo se vai chover ou não
- Alonso tentando fazer jogos mentais com ele em 2005: Eu não dou a mínima para o que esse cara pensa
- Antes da temporada 2006:  Eu não me importo com o que vai acontecer. Vamos ver
- Sobre Ron Dennis:  Ele é um maníaco controlador. Ele quer saber tudo de tudo. Eu não me importo com o que ele faz
- Festa da Ferrari:  Essas festas da Ferrari são legais. Eu não sei exatamente o que vou fazer lá. Talvez eu seja o Papai Noel
- O título de construtores não significa muito para mim
- Eu não me importo com o que o Jackie diz. Não tem nada a ver comigo
O Coulthard pode falar o que ele quiser. Eu não me importo com o que ele fala
- Eu não me importo com o que o Trulli diz
Rubinho continua na luta por uma vaga em 2012
As declarações de Montoya não me importam
- Pilotar é a única coisa que eu amo na Fórmula 1
Minha vida seria muito mais feliz com os caras dos anos 70. Eu nasci na era errada
- Eu sou o cara mais contente da F1
O circo da Fórmula 1 sem os repórteres seria um paraíso
- Os outros podem sentar no simulador se quiserem. Eu estou aqui para pilotar
- Eu não me importo com o que as pessoas pensam de mim. Não sou o Michael Schumacher.
- Sobre o serviço militar: Foi uma chatice! Havia marchas na floresta, acampamentos e as bobagens de sempre. Estão constantemente gritando com a gente, não é nada divertido.
- Por que você não estoura o champanhe depois da vitória? Não se deve jogar fora aquilo que foi feito para beber.
- Você está satisfeito com a corrida? Você acha que eu estou? Estou perguntando. Claro que não estamos felizes.
- O momento mais emocionante durante o fim de semana de corrida? Acho que quando a corrida começa, sempre. O momento mais entediante? Agora.
- Posso lhe pedir para comentar sobre um caso amoroso alegado nos jornais sobre você e uma garota italiana? Claro que você pode me perguntar sobre isso e eu posso naturalmente não responder.
- Você viu o vídeo no YouTube no qual você cai bêbado de um iate? Eu provavelmente vi todos os meus vídeos no YouTube e certamente participei de todos eles. Bem, há alguns que acabaram não caindo no YouTube e isto é muito bom!
- Você é um bom vizinho? Acho que sim, nunca estou em casa.
-
Como você sentiu os pneus? Eles estão rodando
- O capacete tem um significado especial para a maioria dos pilotos. Qual é sua importância para você? Ele protege minha cabeça
- Você tem algum ritual especial como a maioria em relação ao capacete? Você por exemplo limpa o visor no último momento? Eu o limpo para ver melhor.


Rômulo Rodríguez Albarez - Sampa/SP - Chove não chove.....

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Rubens Barrichello merece!

Em sua estréia na F1 - GP da África do Sul de 1993




Sempre torci por Rubens Barrichello, e sempre sofri bullying, ameaças, pedalas, revoltas e muita pressão por tal "gosto", meu pai, meus amigos e muitos de vocês que estão lendo não entendem, eu os perdôo. O fato é que, brasileiro não sabe torcer. Torce apenas para a seleção brasileira em Copa do Mundo, só enche o estádio quando seu time está em boa fase, não assiste a outros esportes a não ser que um brasileiro esteja em primeiro lugar e arrasando todo o resto do mundo, a exemplo do tênis com o nosso Guga, enquanto ganhava tudo de todos, tinha torcida do povo, as crianças praticavam tênis, não só as ricas, e deve ter passado algumas partidas até na RGT ao vivo, não me lembro, o Guga se foi, o tênis se foi com ele para os brasileiros.
Com a Fórmula 1 é diferente, mas não é diferente. Na época de Ayrton Senna, o brasileiro estava acostumado desde os anos 70 a ter pelo menos um brazuca brigando na ponta, a F1 só perdia para o futebol na preferência nacional. 
Ayrton Senna morreu, ficamos com um garoto chamado Rubens Barrichello, o mesmo estava entre 19 e 20 anos de idade e estava em sua segunda temporada na categoria Top do automobilismo.
Fez a "burrada" de fazer a bela pole-position na chuvosa Bélgica, em Spa-Francorchamps, apenas 3 meses após a morte de Senna. Bastou esse notável feito para a mídia brasileira, e o povo colocarem Barrichello no patamar de novo Senna. Um erro.

Em sua primeira vitória - Alemanha 2000

Um erro, não porque Barrichello é um mau piloto, muito pelo contrário, é um ótimo piloto, em minha opinião melhor que Felipe Massa, e também afirmo que só não conquistou títulos pela infelicidade de ser um piloto da geração Schumacher, assim como Berger foi da geração Senna/Prost/Piquet. Mas foi um erro porque ao ser colocado no patamar de Senna, o povo brasileiro acabou criando expectativas das quais o Barrichello não foi capaz de suprir, por N motivos, mas não por ser um mau piloto.
Rubens Barrichello jamais foi ou será um novo Senna, assim como Vettel jamais o será também.

Uma das mais amargas decepções de Barrichello na F1, jamais ter vencido o GP do Brasil, na foto em 2003
Leve sua bandeira, torça por ele, assim como a @kelisaverio
O povo brasileiro não sabe torcer, na bela temporada de 2008, quando Felipe Massa disputou contra Lewis Hamilton ponto a ponto, o brasileiro recebeu também o posto de novo Senna, e hoje, três temporadas mais tarde, nós brasileiros queremos a cabeça do podre Massa.
Mas o povo gosta do Barrichello, em 2009 quando apareceu na temporada com a assustadora BrawnGP, foram feitas algumas pesquisas com o seguinte contexto: "Em um final de temporada com Rubens Barrichello e Felipe Massa brigando pelo título, quem você gostaria que fosse o campeão?" Resultado, esmagadora vitória com Rubens Barrichello na preferência do público. E o final da temporada nós sabemos como foi, Barrichello terminou o ano em terceiro e Felipe Massa afastado em razão de seu acidente com a mola do carro do próprio Barrichello.
Rubens Barrichello merece respeito e torcida do povo brasileiro
Não é qualquer pessoa no mundo que permanece na Fórmula 1 por 19 temporadas, antes dele, os recordistas eram Graham Hill com 18 temporadas e Ricardo Patrese com 17. Para estar tanto tempo nesse mundo, é preciso ser um baita piloto, não é preciso apenas ser bom, é preciso ser ótimo, é preciso ter motivação, perseverança, e isso, Rubens Barrichello é e tem.
E que venha 2012
Eu torço mesmo pelo Barrichello, não só torço, eu o admiro, tenho orgulho dele ser brasileiro, é um batalhador, o cara está na F1 desde que eu me conheço por gente, espero sim que ele esteja na F1 em 2012, para sua 20ª temporada, e espero que seja em uma equipe melhor que a Williams de hoje.
 Ao longo de sua carreira, Barrichello errou sim, quem não erra? Muitas vezes deu declarações atrapalhadas, com promessas que não se deve fazer, mas é ser humano e com certeza absoluta deu a volta por cima.
Que a corrida em Interlagos no domingo não seja a última de Barrichello, e que a torcida dê o seu merecido valor, que seja em forma de bandeiras, ou na simples forma do famoso grito: Rubinho, Rubinho, Rubinho, Rubinho, Rubinho...♫♪♫
Por que ele merece. Espero que chova muito na corrida, que seja uma zona e que, o primeiro a receber a bandeirada final seja Rubens Barrichello, pelo simples fato de ele merecer, já pensaram, o Nelson Piquet dando a bandeirada para o Rubinho? A vitória em Interlagos já passou tantas vezes pela sua mão que ele merece, perdeu muitas chances que não foram sua culpa, quem não se lembra de 2003, quando estava sozinho em primeiro e sua Ferrari "abriu o bico" com pane seca, poucas vezes na F1 senti tamanha tristeza como naquele dia.
Que ele vença no domingo, que ele continue em 2012, e que a ele seja dado o merecido respeito e torcida, porque Rubens Barrichello merece.

19 temporadas, 11 vitórias, 2 vices-campeonatos, mais de 300 GPs, Rubens Barrichello do Brasil!!!
Rubens Barrichello veio, viu e a sua maneira venceu!!! Fuerza hermano!!!



Rômulo Rodriguez Albarez - Sampa/SP - Ancioso pela próxima corrida de Rubens Barrichello

F1 2011 - GP de Abu Dhabi

E foi assim, quem ganhava perdeu, e quem perdia "a cabeça" ganhou.



Rômulo Rodriguez Albarez - Sampa/SP - Com sono!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

E já se passou 1 ano - Paul McCartney - 22/11/2010



Já se passou um ano de um dia marcante, o show do meu "tio" Paul McCartney no estádio do Morumbi.
Não poderia deixar passar a data sem umas palavrinhas.... hehe
O som ainda ecoa, uma mistura de emoções, chuva, amizade, rock'n roll, Ellen Kency (@ellenkency), Marco Antonio e um pouco mais de chuva.

Assim como o Brian Ray, guitarrista do Paul me respondeu em seu twitter oficial " -  it was my pleasure, to be sure... hold on to the feeling!". E eu o respondo, o sentimento está guardado e aguardando um próximo show.


Para saber como foi esse dia especial, clique aqui.


Jamais me esquecerei, VOLTA PAUL!!!!!

E mais uma vez agradeço a todos que participaram desse dia.


Rômulo Rodriguez Albarez - Sampa/SP - Torcendo pela chuva!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

F1 2011 - Dança das cadeiras para 2012

Mais um bi-campeão surgiu, Sebastian Vettel, esse sim dorme tranqüilo. Enquanto isso começa a dança das cadeiras.

Vários rumores e nada confirmado, vamos lá:
Barrichello X Raikkonen

-Segundo uma TV finlandesa, a contratação de Kimi Raikkonen para o lugar de Rubens Barrichello na Williams é certa.
Deu um lado o brasileiro, que foi chegou muito desejado pela equipe inglesa, que se viu em uma equipe com sua infra-estrutura totalmente desorganizada, com motor fraco (Cosworth) e que não consegue nem com a ajuda de Rubinho um bom carro, eles até tentaram, ensaiaram ter um carro ao menos digno no fim do ano passado.
De outro lado Kimi Raikkonen, saiu a dois anos da F1 de saco-cheio, não gosta de compromissos, o negócio do campeão de 2007 é correr, e isso ele sabe bem.
Talvez até traga um novo ânimo a muito perdido para a Williams, mas estar em um carro fraco pode facilmente mais uma vez desanimar Raikkonen, isso é, será que ele está novamente motivado?
Isso tudo pode também ser uma jogada de Raikkonen e da Red Bull, uma vez que Mark Webber tem mais um ano de contrato e por algumas vezes nos últimos tempos a equipe austríaca tenta acerto com Raikkonen, o finlandês poderia usar a Williams para “pegar o ritmo” da categoria novamente e chegar 100% na equipe do Touro Vermelho em 2013, isso é, se o mundo não acabar. É claro que isso são apenas, rumores e avaliações de uma situação que não é certa.

Bruno Senna, Romain Grosjean, Vitaly Petrov, Robert Kubica
-Robert Kubica volta? A Renault Lotus segue com a dupla Petrov/Senna?
Sigo a linha de Flávio Gomes (http://flaviogomes.warmup.com.br/2011/11/sem-chance/) e digo, também não sou médico, mas acho sim muito difícil o retorno de Kubica.
Seria algo cinematográfico o retorno do polonês, ainda mais com o mesmo sendo campeão em seu ano de retorno. Espere, vamos voltar à realidade.
Robert Kubica está com o braço direito “destruído”, todo remendado e sim espero que ele dê a volta por cima e volte a F1, mas infelizmente não acredito na volta...
As opções da Renault Lotus são, os atuais Petrov e Senna, mas também aparecem na briga Rubens Barrichello e Romain Grosjean (Salsicha).
 Vejo em Barrichello uma boa opção, motivado, sede de vitórias, pontos, pódio e título (ai já seria sonhar demais). Porém não é um piloto para se fazer um longo contrato, o mesmo tem quase seus 40 anos e persegue o 20º ano na categoria de forma digna. De um modo geral, seria interessante ver o brasileiro nas cores preto e dourado. 
A única experiência de Grosjean na F1 foi quando o francês foi “jogado” no lugar de Nelsinho Piquet naquela carroça que era a Renault. Atual campeão da GP2, se voltar, o que deve acontecer mais cedo ou mais tarde, Romain volta muito mais experiente e com a confiança da Renault para tal.
Vitaly Petrov se desenvolveu muito como piloto do ano passado para esse, porém ainda o vejo na Renault apenas pelos patrocínios do governo russo, uma vez que Bruno Senna entrou no meio da temporada e entrou andando no mesmo ritmo de Petrov.
 Senna sim, eu seguraria se fosse a Renault, não por ser brasileiro, mas porque entrou bem e vem andando no mesmo ritmo do piloto que está a dois anos na equipe. Vem se mostrando muito bem andando sob pressão, sofre um pouco pelo fator experiência e porque o carro deu uma andada para trás nas últimas provas, mas com certeza, seria minha aposta, sem Petrov, ainda não confio em Grosjean e daria sim, chance a Rubens Barrichello, não me chamem de patriota, é minha opinião.

Nico Rosberg X Felipe Massa

-Ontem li na Internet que a Ferrari estaria pensando em colocar Nico Rosberg já em 2012 no lugar de Felipe Massa.
Apesar de ser rumor, não me espantaria se os italianos fizessem isso, eu faria. Felipe Massa não vem andando metade do que sabe a duas temporadas, não tem a metade dos pontos que Fernando Alonso conquistou, está apagado e não vejo luz no fim do túnel para Massa com Alonso ao seu lado.
Mas para o lugar de Massa eu não traria Rosberg, traria Sergio Pérez, o mexicano anda muito e vem deixando o Kamui “o mito” Kobayashi para trás.
A Felipe Massa, não sei se restaria muito, afinal, qual equipe abriria suas portas para um piloto na atual situação do brasileiro?
E por aí...

Michael Schumacher - A velha forma voltando?

 Michael Schumacher vem cada vez melhor, e ninguém está nem aí, torço por um carro vencedor feito por Ross Brawn em 2012 só para ver no que dá...
Adrian Sutil parece estar de saída da Force Indian, para onde iria? Uma ótima porta seria a Renault, mais o esperto fez o favor de socar um representante ou algo parecido da Genii, patrocinadora e dona da equipe Renault Lotus... Talvez Williams no lugar de Barrichello, apesar dos rumores falando de Raikkonen? Vai saber...

Felipe Massa X Lewis Hamilton - História sem fim e sem nexo

A “batalha do apocalipse” continua entre Massa e Hamilton, os dois que estão em péssima fase resolveram chamar a atenção para si com essa briguinha, talvez essa tenha sido a tática do Zezé com o Luciano, brigar para chamar a mídia de volta. Hamilton começou como o grande vilão, mas as coisas já não estão lá mais muito melhores para Massa, depois da fechada em Hamilton na Índia, me pergunto se Massa também não está meio desequilibrado, será que ele anda não ouvindo o pai também?
O esperto do Martin Whitmarsh, que faz parte da “chefia” da McLaren soltou que, o contrato de Button é de três anos, acho que depois disso o inglês se aposenta, minha opinião, e certamente na de muitos, além de Vettel, Jenson Button foi o único a merecer o título desse ano, o simpático inglês está na briga pelo vice, uma vez que Vettel fulminou tudo e todos, podemos em 2011, chamar Button de “o campeão sem título...

O campeão sem título de 2011 - Jenson Button

E Lucas Di Grassi? O bom piloto que desenvolveu os pneus Pirelli, será que consegue uma vaguinha pro ano que vem?
Agora é aguentar o fim de temporada que quase mais nada vale, Abu Dhabi não me deixa ansioso e no Brasil, um brasileiro não levará, vamos esperar que pelos menos chova.
Estaria Felipe Massa dando adeus à Ferrari?

Hasta luego!



Rômulo Rodríguez - Sampa/SP - Sono!

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

F1 2011 - GP do Japão - Vettel campeão



Rômulo Rodríguez - Sampa/SP

Tributo ao campeão - Dan Wheldon


=/

Rômulo Rodriguez - Sampa/SP

Fórmula Indy de Luto

O automobilismo tem dessas coisas, um dia se está ganhando pela segunda vez as 500 milhas de Indianápolis, e no outro dia você é a vítima de um acidente automobilístico que leva sua vida.
Dan Wheldon participava apenas de sua terceira corrida no ano, a última da temporada, o inglês campeão da Indy de 2005 morre aos 33 anos e deixa esposa e dois filhos pequenos.



Daniel Clive Wheldon - 22/07/1978 a 16/10/2011

Rômulo Rodríguez Albarez - Sampa/SP - Dia chuvoso


domingo, 9 de outubro de 2011

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

F1 2011 - GP de Cingapura




- Hold Hamilton as much as we can. Destroy his race as much as we can. Come on, boy! (Traduzindo: “Segure Hamilton o quanto puder. Destrua sua corrida o quanto puder. Vamos lá, garoto!”) Rob Smedley, engenheiro de Massa na Ferrari pedindo ao brasileiro para acabar com a corrida de Hamilton.

Eu achava que o objetivo de uma corrida é ir pra frente, e não andar para trás afim de "destruir" a corrida de um oponente. 
Se compararmos a corrida pós acidentes de Massa e Hamilton, o inglês terminou em 5º, enquanto o brasileiro terminou apenas em 9º, quem teve a corrida destruída? No final das contas, a corrida destruída foi a do "pau-mandado" Felipe Massa, que hoje não é nada a mais do que um dia foi Nelsinho Piquet ao lado de Fernando Alonso.


Sebastian Vettel - 1 ponto para o Bi.


Já ia me esquecendo, o vencedor foi Sebastian Vettel.




Rômulo Rodríguez - Sampa/SP - Esperando anciosamente a queda de Massa da Ferrari e da F1.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Déjà vu Sir Jackie Stewart?



Sir Jackie Stewart, campeão mundial de Fórmula 1  dos anos 69, 71 e 73 soltou as seguintes frases sobre o episódio Hamilton X Massa:


- Sinto-me um pouco confuso porque é fato que ele sabe pilotar e tem um grande talento natural. Mas se ele quiser ser um grande piloto, não pode se envolver em acidentes em série. Michael Schumacher teve problema semelhante, mas todos os outros grandes pilotos, como Fangio, Jim Clark, Niki Lauda e eu próprio, não batiam tanto;

- Ele é habilidoso, mas, por alguma razão, perde a cabeça. Como no incidente no treino em Cingapura, quando estava saindo dos boxes. Não acredito que ele quase provocou um acidente que poderia tê-lo tirado do qualifying;

- O acidente na corrida também foi desnecessário. Acho que ele tem de rever a avaliação mental que faz das coisas. Ele tem habilidade, mas, infelizmente, está provocando muitos acidentes. disse o campeão mundial em 1969, 1971 e 1973.
Já vi esse filme antes, quando o "escocês voador" entrevistou Ayrton Senna, Stewart fez "acusações" a Senna muito parecidas com as que ele direcionou a Hamilton.
Na época Senna também foi alvo de Alain Prost, o escocês disse:

- O Ayrton tem um pequeno problema, pensa que não pode se matar, e acho que isso é muito perigoso. concluiu o francês.

A resposta de Senna foi:
-Estamos competindo para vencer, se não disputarmos nas brechas, não somos mais pilotos.
               

Algo muito parecido com as declarações de Hamilton nesse ano. Vale lembrar, Senna é Senna e Hamilton é apenas Hamilton, se tem algo parecido nessa história, esse algo é apenas o amarelo do capacete.

Rômulo Rodríguez - Sampa/SP - Confabulando com meus botões


domingo, 25 de setembro de 2011

F1 2011 - GP de Cingapura - "A bronca de Massa"

O dedo erguido indica, apenas 1 ponto separa Sebastian Vettel do bi-campeonato

O GP de Cingapura aconteceu hoje de baixo de muito calor e umidade.
Venceu quem sempre vence, perdeu quem sempre perde e fez lambança quem sempre a faz.

Não vamos discutir o atual momento de Massa, que sempre está atrás de Alonso como vi em alguns lugares, mas sim a capacidade de Hamilton de fazer besteiras, ao ler a entrevista de Felipe Massa ao canal BBC, me lembrei do desenho "Pateta no trânsito", se encaixaria muito bem ao momento de Lewis Hamilton, abaixo as palavras de Felipe Massa:

"Meu pensamento é que, novamente, ele não consegue usar a cabeça. Nem no qualifying, imagina na corrida. Novamente ele poderia ter causado um grande acidente. Fez isso comigo diversas vezes este ano. É importante que a FIA esteja olhando e penalisando ele todas as vezes, porque ele não pensa nisso. Ele está pagando por isso, esse é o problema. Ele não entende, mesmo pagando pelo problema. Falei com ele, mas ele não ouve. Ele (Hamilton) não escuta nem o próprio pai, imagine a mim."



Massa tira satisfação com Lewis Hamilton de forma irônica "bom trabalho" (a partir dos 30 segundos do vídeo)
No mais a corrida foi normal, algumas ultrapassagens, a maioria com o próprio Hamilton, Button foi brilhante ao segundo lugar e Webber continua  andar menos que o carro da Red Bull pode lhe oferecer.
Os brasileiros Felipe Massa, Rubens Barrichello e Bruno Senna foram os 9º, 13º e 15º respectivamente.
Destaque para os dois carros da Force Indian, 6º com Paul di Resta e 8º para Adrian Sutil.
Abaixo a versão Disney de Lewis Hamilton, "Pateta no trânsito".


Não poderia deixar de falar de Sebastian Vettel, o alemão vem fazendo uma temporada quase perfeita e já é praticamente o campeão, basta a ele marcar 1 ponto no próximo GP que será disputado no Japão daqui a 2 semanas.


Rômulo Rodríguez - Sampa/SP - Frio e sono

terça-feira, 20 de setembro de 2011

F1 2011 - GP da Itália

Era uma vez...


...e mais uma vez venceu....





























...e fim.

Rômulo Rodríguez - Sampa/SP - Com calor e sem tempo pra escrever infelizmente.